Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Revezamento da Tocha Olímpica em Teresópolis com divulgação do percurso,nomes dos condutores e atrações culturais

Revezamento da Tocha Olímpica em Teresópolis com divulgação do percurso,nomes dos condutores e atrações culturais
Revezamento da Tocha Olímpica em Teresópolis

Prefeitura divulga percurso, nomes de condutores e atrações culturais

Teresópolis, 21 de julho de 2016 - Teresópolis recebe no dia 30 de julho o Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016. O comboio trazendo a chama Olímpica chegará à cidade pela manhã. A tocha Olímpica será acesa pela primeira vez na Av. Presidente Roosevelt, na Barra, dando início ao revezamento, que seguirá pela Rua Manoel José Lebrão e adentrará na Reta, percorrendo as avenidas Lúcio Meira e Feliciano Sodré, na Várzea. O revezamento segue pelas avenidas Alberto Torres, Oliveira Botelho e Rotariana, no Alto, com encerramento no Mirante do Soberbo. Em anexo mapa do trajeto da tocha.

Alterações Trânsito 

Para realizar esse grande evento com o menor impacto possível na circulação urbana, e com o objetivo de garantir à população seu acesso aos locais por onde o Revezamento da Tocha vai passar, serão realizadas as seguintes alterações no trânsito: a partir do dia 28, próxima quinta-feira, será iniciado o isolamento da Reta para estacionamento; e no dia 30, sábado, a partir das 7h, o trânsito ficará interditado nas ruas e avenidas onde passará o comboio, até o término do evento.

Sessenta e cinco agentes da Guarda Civil Municipal mais 25 voluntários da Secretaria de Defesa Civil estarão nas ruas orientando os motoristas. O objetivo é que sejam utilizadas as vias alternativas, a fim de manter a rota da Tocha Olímpica totalmente liberada. Polícia Militar e voluntários estarão colaborando com a tarefa.

Atrações Culturais

Em Teresópolis, o Revezamento da Tocha Olímpica será marcado por participações especiais ao longo do percurso: alunos de escolas públicas e privadas, com apresentações de bandas marciais; presença da atriz e diretora de teatro Edinar Corradine, caracterizada de Imperatriz Teresa Cristina; performance da Orquestra de Violinos do Instituto Saber; e apresentação da cantora teresopolitana Mariana Pereira.

Condutores

Conforme autorizado pelo Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos, alguns nomes dos condutores que vão participar do Revezamento da Tocha em Teresópolis já podem ser divulgados, conforme lista em anexo.

Os condutores selecionados pelo município são Fábio Barcellos, Fernando Louzada, Geny Rebello, Gustavo Alves, João Campos e Sandra Lima. Histórico sobre cada um deles será divulgado em breve.

Para entrevistas com os condutores indicados por algum dos patrocinadores oficiais, os veículos devem entrar em contato com as respectivas assessorias de comunicação: pdf

Coca-Cola – Luís Felipe Schmidt – lschmidt@coca-cola.com

Nissan – Rogério Louro – rogerio.louro@nissan.com.br

Bradesco – Leila Pavani - 4165.leila@bradesco.com.br

Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Por maioria,Vereadores de Teresópolis rejeitam Projeto do Executivo que altera R$ 1 mil a dotação orçamentária

Vereadores rejeitam Projeto do Executivo que altera R$ 1 mil a dotação orçamentária
Vereadores rejeitam Projeto do Executivo que altera R$ 1 mil a dotação orçamentária

Os vereadores rejeitaram por 5x4 o Projeto de Lei 051/16 do Executivo Municipal, sobre alteração da Lei Municipal 3.403/15 referente ao orçamento de 2016, que altera R$ 1 mil a dotação orçamentária, em Sessão Extraordinária na manhã dessa quarta-feira, 20.07.

Votaram contra: Dr. Carlão (PMDB), DaPonte (PSDB), Fabinho Filé (Rede), José Carlos da Estufa (PMB), Maurício Lopes (PHS).

Votaram a favor: Anginho (PP), Dedê da Barra (PMDB), Luciano Ferreira (PSL) e Serginho Pimentel (PSDC).

O vereador Serginho Pimentel (PSDC) explicou o Projeto. “Se pudessem votar para que fosse aberta esta conta, para que o dinheiro venha específico para ser gasto na UPA, na área de saúde, fundo de saúde, para que a gente não fique sem esta verba, para que o sequestro não passe e tire.”

O vereador Dr. Carlão (PMDB) disse não acreditar que o Executivo vá cumprir o que promete no Projeto. “Nós temos uma preocupação que procede. A palavra do Mário Tricano, para mim, é zero à esquerda. A história do sequestro está rolando desde o tempo do Arlei. Quando ele entrou (Mário Tricano), a primeira coisa que tinha que fazer era preparar o que é sequestro. Ele fez politicamente, mas não fez administrativamente. Ele achou que não tinha que cumprir o que a lei manda. Os tempos mudaram, a conta “00 (zero-zero)”* sempre pagou (sequestros). Não tenho nenhum motivo para acreditar nas palavras do Mário Tricano.”

O presidente da Câmara, Maurício Lopes (PHS), lembrou as promessas do Executivo no início do governo. “Quando o prefeito tomou posse nesse mandato, disse que, imediatamente, ia decretar estado de calamidade na saúde. Até hoje isso não aconteceu. Ele disse que, imediatamente, ia exonerar de A a Z na Prefeitura isso até agora não aconteceu, pelo contrário, inchou a máquina com vários secretários. Também foi divulgado que os contratos do governo Arlei não deveriam ser pagos, deveriam ser investigados, na verdade o atual prefeito não só renovou como aditivou alguns deles. Foi feito um decreto, de forma ilegal porque ele gosta de passar por cima de tudo e de todos, reduzindo o salário dos cargos comissionados da prefeitura. Esse decreto já perdeu a validade então, provavelmente, os secretários estão recebendo salário integral. Isso eu subentendo que vai ter dinheiro para pagar os servidores. Mas, na verdade, não vai ter dinheiro para empenhar essas folhas. Depois vai querer fazer discurso que não vai ter dinheiro para pagar funcionários porque a Câmara recebe em dia. O repasse do Legislativo é constitucional. Se ele não se planejar, tomar as medidas que tem que tomar, não vai ter salário para o servidor.”
O presidente, Maurício Lopes, sugeriu a convocação de secretários do Governo para explicar sobre pagamento dos servidores municipais. “Essa dúvida precisa ser esclarecida convocando para vir a esta Casa o secretário de Fazenda, Planejamento, o controlador interno, e secretário de Administração. Eles precisam vir aqui dizer para o Poder Legislativo e para toda a população, principalmente, os servidores que não vai faltar dinheiro para pagar o salário dos servidores até o final do ano.”

O vereador DaPonte (PSDB) sugeriu diminuição de cargos no Executivo. “A economia do município sai da própria carne. Se o prefeito quisesse uma melhoria na saúde, ele tiraria secretários.”

O vereador Dr. Carlão (PMDB) teme que os servidores municipais fiquem sem pagamento. “Eu quero ver acontecer o pagamento de novembro, dezembro, 13º e 14º.”

*Conta que o município usa para manutenção das despesas correntes.

Fonte:Câmara Municipal de Teresópolis

Hudson Fernandes apresenta a história da música brasileira nos CRAS de Teresópolis

Hudson Fernandes apresenta a história da música brasileira nos CRAS de Teresópolis
Hudson Fernandes apresenta a história da música brasileira nos CRAS

Teresópolis, 20 de julho de 2016 - O funcionário público municipal e escritor, Hudson Fernandes, está visitando todos os CRAS (Centros de Referência de Assistência Social) para falar sobre os 100 anos de história da música brasileira. Hudson já passou pelos CRAS de São Pedro e do Meudon e nesta sexta, 22, estará no Fischer. Na próxima semana, será a vez das unidades do Alto e do Barroso receberem o projeto.

A Secretária Municipal Desenvolvimento Social, Tânia Iório, explicou que a ideia surgiu em reuniões de planejamento de atividades para os CRAS. “Queríamos levar para os centros de referência uma programação cultural e conversamos com o Hudson, que, prontamente, aceitou participar. Esse projeto traz conhecimento, com a recordação de músicas importantes, que marcaram a história do nosso país”.

Durante os encontros, Hudson narra a trajetória de Chiquinha Gonzaga, compositora e pianista, pioneira em todos os sentidos: pessoal, profissional e social, autora de ‘Lua Branca’ e ‘Abre Alas’. O poeta fala ainda sobre Donga e Mauro de Almeida, que, em 1917, escreveram o primeiro samba brasileiro, ‘Pelo Telefone’, e de Pixinguinha, com a inesquecível canção ‘Carinhoso’, até os dias atuais.

As cantoras brasileiras são citadas com imenso destaque. Entre elas, Dalva de Oliveira, Ângela Maria, Inezita Barroso, Elis Regina, Maria Alcina, Elba Ramalho, Clementina de Jesus, Joanna e Marisa Monte.

“Esse projeto nasce da minha paixão por música e pela história da música brasileira em especial, pois ela retrata as transformações pelas quais a nossa sociedade passou. Além disso, a música faz a gente mais feliz. Se, por vezes, ela nos faz chorar, quando estamos tristes, ela nos deixa alegres quando estamos bem”, frisou Hudson Fernandes.

Músicos e compositores como Orlando Silva, o ‘rei da voz’, Ary Barroso e sua ‘Aquarela do Brasil’, Dorival Caymmi, Chico Buarque, Caetano Veloso, Tom Jobim e Vinicius de Moraes, com ‘Garota de Ipanema’ também são referências artísticas. Assim como Djavan, Milton Nascimento e Renato Teixeira.
 Hudson Fernandes é recebido no CRAS de São Pedro para narrar a história da música brasileira
Famílias atendidas pelo CRAS Meudon assistem à apresentação de Hudson Fernandes sobre música brasileira
 Tânia Iório, Secretária de Desenvolvimento Social, destaca que o projeto traz conhecimento, com a recordação de músicas importantes, que marcaram a história do país
A plateia gostou de ouvir um pouco sobre a música brasileira e de relembrar antigos sucessos. “Eu gostei muito. Amei. Música pra mim significa alegria, paz, tranquilidade”, disse a aposentada Renatilde dos Santos. “A música é uma terapia para a vida. Traz novos conhecimentos e nos faz lembrar os grandes artistas do passado, que é fundamental”, comentou Marcos Moacir Carlos.

Fotos: Ascom/PMT
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

quarta-feira, 20 de julho de 2016

1º Teresópolis Open de Jiu-jítsu reúne centenas de atletas

Pé de Chumbo, bicampeão mundial de Jiu-jítsu, destaca os benefícios de praticar o esporte desde a infância
1º Teresópolis Open de Jiu-jítsu reúne cerca de 500 atletas no Ginásio Pedrão

Teresópolis, 18 de julho de 2016 - O 1º Teresópolis Open de Jiu-jítsu reuniu, no ginásio Pedrão, no último sábado, 16, cerca de 500 atletas de diversas cidades, estados e também de outros países, como Chile e Espanha. Organizado pelo Clube Pitbull, o evento contou com o apoio da Prefeitura, através da Secretaria de Esportes e Lazer.

“Eu me sinto muito à vontade para falar do Jiu-jítsu porque venho acompanhando a luta pelo desenvolvimento do esporte na cidade há alguns anos. Agora estou tendo a oportunidade de fazer esse trabalho em prol dessa prática. O evento está lotado e isso é muito bom para a cidade”, destacou o Secretário de Esportes e Lazer, Luiz Otávio Oliveira, frisando a realização das aulas de Jiu-jítsu no Ginásio Pedrão, no núcleo instalado em São Pedro e também a parceria com a academia Pitbull para oferecimento de aulas para crianças autistas.

O torneio teve um diferencial, com a realização de lutas inclusivas, com crianças autistas e pessoas amputadas. Campeão mundial, Wellington Ribeiro, que dá aulas em Dubai, nos Emirados Árabes, falou da emoção de fazer parte do momento de inclusão. “Hoje, eu fiz uma luta especial e fiquei muito feliz de poder participar desse evento”.
 Luiz Otávio Oliveira, Secretário de Esportes, ressalta o desenvolvimento do Jiu-jítsu em Teresópolis
Atletas de várias cidades, estados e até de outros países no 1º Teresópolis Open de Jiu-jítsu
Atletas e mestres comemoram vitórias no torneio
Bicampeão mundial de Jiu-jítsu, Pé de Chumbo falou sobre os benefícios de praticar o esporte desde a infância. “Na nossa academia, temos em torno de 100 crianças treinando Jiu-jítsu. A gente cobra disciplina, educação respeito aos mais velhos, aos pais, aos professores. E elas têm tido bom desempenho na escola”.

Há 30 anos praticando a arte marcial, Mestre Bitta comentou sobre o orgulho de ver o desenvolvimento do Jiu-jítsu em Teresópolis. “Eu estou em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, mas estou sempre aqui também. A academia não para nunca. Meus discípulos estão me representando bem e eu fico feliz por isso”.
Mestre Bitta e a Subsecretária de Esportes, Geovania Ramos, no 1º Teresópolis Open de Jiu-jítsu
Fotos: Jorge Maravilha
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

"Galeria Soarte - Artista Sami Mattar" é inaugurada na Prefeitura de Teresópolis

"Galeria Soarte - Artista Sami Mattar" é inaugurada na Prefeitura de Teresópolis -  Márcio de Paula, Secretário de Cultura, Edith di Sidi, pres. da Soarte, Silvia Mattar e o filho, Darik Mattar
A arte na Casa do Povo

“Galeria Soarte Artista Sami Mattar” é inaugurada na Prefeitura

Teresópolis, 18 de julho de 2016 - Uma exposição coletiva inaugurou, na última sexta-feira, 15, a “Galeria Soarte Artista Sami Mattar”, no hall e no segundo piso da Prefeitura. “Estamos criando a galeria no espaço onde já houve uma, desativada em outra administração. O nome é uma homenagem a um amigo e um dos grandes artistas da cidade e do país, fundador da Sociedade dos Artistas de Teresópolis, Soarte”, explicou, emocionado, o Secretário de Cultura do município, Márcio de Paula, que também é artista plástico.

A exposição que inaugura a galeria terá obras de vários pintores da cidade, ligados à Soarte, que faz 33 anos. Autoridades do Executivo e do Legislativo municipais compareceram ao evento.

A cidade de Sami Mattar

Artista por mais de 60 anos, Sami Mattar nasceu em Mejdlaia, no Líbano, em 1930. Chegou ao Brasil com a família em 1936 e, em 1947, morando no Rio de Janeiro, trabalhou como pintor de paredes e lavador de carros, apesar de já ser artista plástico, por conta da oposição dos pais a essa atividade.

Autodidata, realizou sua primeira mostra individual em 1954, na Galeria Minarte, em Belo Horizonte (MG). Também desenhista, programador visual e publicitário, atuou como colaborador das revistas Tico-Tico e O Malho, além de produzir capas para a Veja (1972), Manchete e Shell em Revista (1980), entre outras. Radicado em Teresópolis, onde viveu por cerca de 40 anos, até morrer, aqui realizou três exposições individuais e participou de uma coletiva.

Estiveram também presentes à exposição Sílvia Borges Mattar, e seu filho, Darik. “Ficamos honrados e emocionados com essa homenagem a ele. Sami gostava tanto da cidade que, mesmo quando nos mudamos daqui por alguns anos, sempre disse que iria voltar. E o fez, pois sabia do carinho de todos os artistas e do povo por ele”, revelou Silvia, em seu breve discurso durante a inauguração. A galeria fica aberta à visitação de segunda a sexta, das 9h às 18h.
Edith di Sidi, pres. da Soarte, e Ricardo Guarilha, funcionário da Secretaria de Cultura, em momento de homenagem à artista plástica pelo trabalho à frente da entidade
 Silvia Borges Mattar é homenageada por Cléo Rezende, Subsecretária de Cultura, em nome do Governo MunicipalMárcio de Paula, Secretário de Cultura, Edith di Sidi, pres. da Soarte, e convidados na inauguração da Galeria Soarte – Artista Sami Mattar
Texto: Sec Cultura
Fotos: Jorge Maravilha
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Prefeitura de Teresópolis incentiva o uso de bicicleta e implanta ciclofaixa nas avenidas Lúcio Meira e Feliciano Sodré

Prefeitura de Teresópolis incentiva o uso de bicicleta e implanta ciclofaixa nas avenidas Lúcio Meira e Feliciano Sodré
Começa pintura da ciclofaixa na Reta

Prefeitura incentiva o uso de bicicleta e implanta ciclofaixa nas avenidas Lúcio Meira e Feliciano Sodré

Teresópolis, 18 de julho de 2016 - O Governo Municipal não para de trabalhar com o objetivo de atender bem a população. Depois do término do asfaltamento da Reta, o DER (Departamento de Estradas e Rodagem), com o auxílio da Prefeitura, iniciou o trabalho de pintura das faixas branca e vermelha de demarcação da ciclofaixa, que contemplará toda a extensão das avenidas Lúcio Meira e Feliciano Sodré.

Os preparativos para a operação contou com o apoio da Guarda Civil Municipal, orientando o trânsito e das secretárias de Obras e de Serviços Públicos na organização. Além da ciclofaixa, as duas pistas de rolamento e o estacionamento dos veículos, em ambos os lados das avenidas, vão ganhar nova pintura.

A ciclofaixa é vista como um avanço para a cidade, que não contava anteriormente com uma área exclusiva para a prática de atividades físicas. Além de ser um atrativo para a qualidade de vida e esporte, a ciclofaixa vai beneficiar grande contingente que utiliza a bicicleta para se deslocar até o seu local de trabalho.
Guarda Municipal auxilia na operação de pintura da demarcação da ciclofaixa
 Com o apoio da Prefeitura, DER começa trabalho de pintura das faixas branca e vermelha de demarcação da ciclofaixa
Das 20h às 8h, o espaço será reservado unicamente aos ciclistas e corredores. Nos demais horários, os carros poderão circular no caso de uma ultrapassagem, por exemplo. A ciclofaixa contará com 2.400 metros de extensão tendo um metro e vinte de largura. Ao total, praticantes terão cerca de cinco quilômetros para se exercitarem numa zona segura.

As intervenções levam em conta estudo realizado pela Secretaria Municipal de Obras para que os pedestres contem com áreas seguras para circulação, os ciclistas ganhem faixas exclusivas e os motoristas, pistas de rolamento mais largas durante o dia.

Ciclofaixa e ciclovia - A ciclofaixa consiste numa demarcação na altura do pavimento composta pelas faixas de proteção nas cores branca e vermelha para dar maior segurança do ciclista. Já a ciclovia conta com uma elevação em relação ao solo e é protegida diretamente, através de mureta, por exemplo.

Texto- Gisele Barreto
Fotos – Jorge Maravilha
Fonte- Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Aeroporto do Rio recebe treinamento integrado das Forças de Segurança

Aeroporto do Rio recebe treinamento integrado das Forças de Segurança
GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Rio de Janeiro, 19 de julho de 2016
Núcleo de Imprensa

Aeroporto do Rio recebe treinamento integrado das Forças de Segurança

Polícias Civil e Militar participaram de simulado no Galeão para os Jogos Olímpicos

As Forças de Segurança e Defesa que atuarão nas Olimpíadas e Paralimpíadas Rio 2016 realizaram, nesta quarta-feira (19/7), treinamento integrado de enfrentamento a ameaças externas no RIOgaleão / Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Zona Norte do Rio. O objetivo da ação, coordenada pela Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos, do Ministério da Justiça e Cidadania (SESGE/MJC) – em parceria com a Polícia Federal e a Secretaria de Segurança – foi alinhar procedimentos e colocar em prática o plano e as ações de resposta em um cenário crítico visando às competições.

A operação em conjunto começa efetivamente na segunda-feira (25/7), com o reforço de cerca de 1,2 mil profissionais das polícias Militar e Civil; Força Aérea Brasileira (FAB); Exército Brasileiro; Guarda Municipal; Departamento de Transportes Rodoviários do Rio (Detro); Agência Nacional de Aviação Civil (Anac); Receita Federal; e funcionários da concessionária que administra o aeroporto. Se necessário, serão aplicados todos os protocolos previamente estabelecidos.

– Esse é o início de um novo ciclo para o aumento da segurança. Nos preparamos para receber uma grande festa e o terrorismo é um risco inerente às Olimpíadas. As Forças de Segurança e Defesa estão absolutamente preparadas, seguindo os mesmos protocolos praticados mundo afora, principalmente em países que têm experiência no combate ao terrorismo. Naturalmente, o nível de alerta aumenta ao longo dos Jogos e as forças de Inteligência têm trabalhado intensamente e trocado informações com Inteligências do mundo inteiro. No entanto, enquanto não houver ameaça concreta ao Brasil, não vamos dar sinais de pânico – afirmou o coordenador da Sesge, Cristiano Sampaio.

Protocolos

Durante a Rio 2016, por causa do aumento de voos e passageiros, a Polícia Federal vai coordenar as atividades de segurança na área interna do aeroporto, com a aplicação de ações de prevenção e repressão às possíveis ameaças. A FAB vai patrulhar o perímetro externo continuamente, de 24 de julho a 20 de setembro. As demais Forças de Segurança e Defesa serão acionadas sempre que necessário.

Nesta quarta-feira, foi realizado um simulado de abandono de mala e acionados os protocolos de Inteligência, emprego de cães farejadores de explosivos e drogas, e acionamento do esquadrão antibombas. No treinamento, a equipe policial que atua na rotina do aeroporto foi acionada para verificar um alerta real sobre malas esquecidas em um dos terminais, e seguiu os procedimentos que serão usados durante os Jogos. De acordo com o delegado da Polícia Federal Fábio Andrade, em média 30 objetos são esquecidos diariamente.

- Seguimos os protocolos de segurança das forças envolvidas na operação e pudemos verificar os procedimentos de vigilância eletrônica, tempo de resposta e eventual acionamento de contingência de outra força de defesa e usamos todos os meios envolvidos para ensaiá-los. É importante dizer que os passageiros podem nos ajudar tendo mais atenção aos seus pertences porque seguimos um protocolo de segurança específico para cada objeto encontrado - explicou o delegado.

Fotos: Marcelo Horn
Fonte:Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro