Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Divulgação do III Encontro de Turismo UERJ Teresópolis

III Encontro de Turismo UERJ Teresópolis

Nos dias 05, 06 e 07 de agosto acontecerá em Teresópolis o Terceiro Encontro de Turismo. Evento aberto ao público e com o objetivo de apresentar os atrativos, serviços turísticos e gastronomia da cidade e região, estimulando o interesse pela atividade turística do município, por meio de uma feira de exposição de produtos turísticos e apresentação de projetos inovadores idealizados pelos universitários do curso de Turismo da UERJ. O evento contará com a presença de representantes do setor gastronômico e dos principais conhecedores dos atrativos naturais da região. 

Durante o evento também haverá um concurso de fotografia que acontecerá da seguinte forma: O candidato deverá mandar uma fotografia autoral dentro do tema do evento (atrativos naturais ou gastronomia da cidade de Teresópolis) para o e-mail: eventotur2014@gmail.com, até a data 30/07/2014, junto com seu nome e idade. Este será o prazo máximo para o envio das fotos e também será a forma de inscrição do candidato. As fotos pré-selecionadas para a votação serão expostas na UERJ - Teresópolis, durante todos os dias de evento. Os autores das três melhores fotos (eleitas por comissão julgadora) irão receber prêmios como jantar em um dos melhores restaurantes da região e estadia em um grande hotel da cidade. 

Inscrições abertas para apresentação de trabalhos no site:
  http://encontrouerj.wix.com/iiiencontrodeturismo O evento será realizado no campus da UERJ em Teresópolis. Avenida Lucio Meira, 259 – Centro (próximo a agência dos Correios).

Fonte:UERJ Teresópolis/divulgação

Show de Danilo Caymmi e Claudio Nucci marca abertura do Festival de Inverno em Teresópolis

 Show de Danilo Caymmi e Claudio Nucci marca abertura do Festival de Inverno em Teresópolis
 Show de Danilo Caymmi e Claudio Nucci marca abertura do Festival de Inverno em Teresópolis

Teresópolis, 29 de julho de 2014 - O tempo frio só serviu para deixar a Casa de Cultura Adolpho Bloch ainda mais aconchegante para a abertura oficial do Festival SESC de Inverno 2014, realizada neste domingo, 27 de julho. A tarde de festa reuniu autoridades, jornalistas e convidados no espaço cultural, em um descontraído brunch, seguido da cerimônia de abertura oficial do festival, que contou ainda com o aplaudido show dos cantores Danilo Caymmi e Claudio Nucci.

Promovido pelo SESC – Serviço Social do Comércio, e com o apoio da Prefeitura, o Festival de Inverno 2014 vem com o tema ‘Da cor da rua’ e conta com shows, peças de teatro, workshops, oficinas, apresentações de dança, música e atrações infantis, realizadas nos três principais municípios da Região Serrana: Teresópolis, Petrópolis e Nova Friburgo. Com programação iniciada no sábado, 26 de julho, as atrações vão até 10 de agosto e, por conta do tema de 2014, acontecerão em diversos espaços externos, como as praças Higino da Silveira, - a da Feirinha de Teresópolis, no Alto; Maria Corina Paim, na Barra do Imbuí; dos Expedicionários – a do Tiro de Guerra, no bairro de São Pedro, e a localidade de Bonsucesso, no interior, além das dependências do próprio SESC Teresópolis e a Casa de Cultura Adolpho Bloch, em Araras, que sediou a abertura oficial.

Paineis expostos na área de circulação da Casa, com os projetos da Secretaria de Cultura, despertaram o interesse do público Eugênio Nascimento, Maurício Lopes, Arnaldo Almeida, Márcio Catão, Mauro Lopes Rego, Cléo Jordão e Ronaldo Fialho
Durante o evento, o diretor regional do SESC Rio, Mauro Lopes Rego, destacou a importância do evento. “É uma satisfação enorme estar de volta a Teresópolis, pois aqui, me sinto sempre em casa. O Festival de Inverno de 2014 quer levar os artistas à vida das pessoas. É uma proposta ousada, mas estamos convictos da importância da arte dialogar com o social. Só temos a agradecer o apoio do Poder Público e dos empresários da cidade que, mais uma vez, abraçaram nossa ideia, além dos teresopolitanos, pela excelente acolhida”, comentou Mauro.

O secretário de Cultura de Teresópolis, Arnaldo Almeida, deu as boas-vindas ao púbico, destacando a parceria entre o SESC e a Secretaria de Cultura. “Quando recebemos o convite para que a abertura do festival fosse realizada aqui, o sentimento foi de felicidade. Afinal, a Casa de Cultura é um espaço que respira cultura nos 365 dias do ano, com 1.200 alunos, inscritos em 19 cursos diferentes. Então, nada mais justo do que termos aqui a abertura do Festival de Inverno 2014. Ainda mais com o tema escolhido para este ano, que vai ao encontro de muitas de nossas propostas. Foi muito inteligente por parte do SESC escolher este mote, com atrações ao ar livre, permitindo um intercâmbio maior entre as atividades e a comunidade e facilitando o acesso total do público a espetáculos de excelente qualidade. Com certeza, o festival será um sucesso”, destacou, lembrando que, como resultado desta ampliação da parceria entre o SESC e a Prefeitura, outros projetos virão em breve.
O espaço cultural recebeu decoração especial, temática,  para marcar a abertura do festival 2014
Um brunch marcou a confraternização entre os convidadosA Casa de Cultura ficou lotada para a abertura do festival
A festa contou ainda com a presença do vice-prefeito, Márcio Catão, o gerente do SESC Teresópolis, Eugênio Nascimento, o secretário de Turismo, Ronaldo Fialho, a subsecretária de Cultura, Cléo Jordão, e o presidente da Câmara Municipal, vereador Maurício Lopes, além de representantes da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Teresópolis (Aciat), do Sincomércio e do Teresópolis Convention Bureau, entre outros.

Logo após a abertura oficial, o público foi brindado com o show de Danilo Caymmi e Claudio Nucci, explorando as sonoridades de voz, violão e flauta, em comemoração ao centenário de Dorival Caymmi. Durante uma hora e meia, a plateia se divertiu, deu risadas e cantou em coro sucessos como ‘Suíte dos Pescadores’, ‘O que é que a baiana tem?’, ‘Só louco’, ‘Maracangalha’ e ‘Marina’, entre muitas outras. “É um prazer estar em Teresópolis comemorando o centenário de Caymmi. Salve a Música Popular Brasileira e estes grandes mestres”, comentou o simpático Danilo Caymmi que, entre uma música e outra, interagiu com a plateia, contou histórias e piadas, divertindo a todos.

Também no repertório, canções do próprio Danilo, como ‘O bem e o mal’, ‘Andança’ e ‘Casaco Marrom’, além de clássicos de Claudio Nucci, como ‘Quero quero’, ‘Sapato velho’ e ‘Toada’, sucesso da época do grupo Boca Livre. “Foi muito bom estar aqui. A todos os organizadores, parabéns por esta bela iniciativa”, completou Claudio Nucci.

Público aplaude de pé

A Casa de Cultura ficou lotada para o show de Danilo Caymmi e Claudio Nucci, aplaudidos de pé ao fim da apresentação, com direito a pedidos de bis. E quem esteve presente, não se arrependeu. “Sempre gostei do Danilo, mas nunca havia assistido a um show. Não poderia perder. Adorei. E achei a Casa de Cultura perfeita para um show intimista como este”, enalteceu a artesã Graça Martignoni.

A médica Marialva Azevedo também era só elogios. “Sensacional. A Casa de Cultura funcionou muito bem, de forma aconchegante e confortável para todos. E o show foi maravilhoso. Adoro vir a eventos aqui”, comentou a médica, que ainda iria assistir ao show de Paulinho da Viola no mesmo dia, outra atração do Festival de Inverno.
Danilo Caymmi e Claudio Nucci encantaram a plateia por cerca de uma hora e meia

Programação

Também estava prevista para a Casa de Cultura a encenação da peça ‘Till, a saga de um herói torto’, com o grupo Galpão, um dos mais famosos do Brasil na modalidade de teatro de rua. Contudo, a peça foi transferida para a quadra do SESC, em virtude do mau tempo.

Toda a programação do Festival SESC de Inverno 2014 pode ser conferida no endereço eletrônico do SESC 

Texto: Geórgia Jahara
Fotos: Roberto Ferreira
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Secretarias municipais de Teresópolis em prédios próprios

Secretaria de Educação está se instalando em prédio próprio em Agriões
Prefeitura instala secretarias em prédios próprios e economiza dinheiro público- Lei que estabelece critérios de publicidade governamental também vai gerar economia

Teresópolis, 28 de julho de 2014 – A Prefeitura de Teresópolis começará a economizar um valor mensal significativo com a instalação, em prédios próprios, de várias secretarias e repartições municipais que funcionavam em imóveis alugados. Além disso, o cumprimento da lei municipal 3.315/2014, publicada em diário oficial no dia 17 de julho e que estabelece critérios de publicidade governamental e de identificação dos bens municipais, também vai gerar grande economia para os cofres públicos.

Desde o mês de abril, a Administração Municipal vem realizando reparos e serviços de adaptação nos prédios onde funcionavam o Fórum, na Avenida Lúcio Meira, no Centro, e o Juizado da Infância, Juventude e Idoso, na Rua Carmela Dutra, em Agriões. O uso dos imóveis pela Prefeitura cumpre acordo firmado com o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro devido à cessão de parte do terreno, ao lado do Paço Municipal, para a construção do novo Fórum Juiz Ivo de Carvalho Werneck.

As obras de reforma do prédio do antigo Fórum, na Várzea, são acompanhadas pelo subsecretário de Estudos e Projetos, Carlos Tucunduva, responsável pela gestão do espaço. “A Prefeitura calcula que essa mudança vai gerar uma economia em torno de R$ 700 mil por ano com aluguéis. A instalação de 16 órgãos, entre secretarias e departamentos, facilita o acesso da população, pois a maioria dos setores faz atendimento ao público”, destacou.

O secretário de Administração, José Carlos Cunha, concorda. “São vários setores da Prefeitura funcionando no mesmo endereço, bem no centro da cidade, facilitando o acesso e a vida dos contribuintes e com espaço para o funcionário público atender melhor a população”, salientou Cunha. “Também está prevista a instalação de gabinetes para o prefeito e o vice-prefeito”, acrescentou.
Setores da Educação instalados em sede própria, em Agriões
Biblioteca municipal: acervo em arrumação para abertura ao público em breve
 O Centro Administrativo Municipal, na Várzea, vai abrigar 16 órgãos, entre secretarias e departamentos
Centro municipal na Várzea

Várias secretarias deram início à mudança e algumas já estão atendendo ao público no novo Centro Administrativo Municipal, na Avenida Lúcio Meira, 375, no centro da cidade. No local estão instaladas as secretarias municipais de Ciência e Tecnologia, Fiscalização de Obras Públicas, Meio Ambiente e de Trabalho e Emprego, além do setor administrativo da Secretaria de Obras, o CREAS – Centro de Referência Especializado de Assistência Social, vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Social, eo setor de Perícia Médica, da Secretaria de Saúde. Nesta etapa de arrumação de móveis e equipamentos e de ligação telefônica, o atendimento ao público acontece provisoriamente das 9h às 17h.

Está em fase de mudança a Central de Regulação, da Secretaria Municipal de Saúde. A partir de segunda-feira, dia 28, também passa a funcionar no mesmo endereço a Secretaria Municipal dos Direitos da Mulher. Ainda serão transferidos a Ouvidora Geral, alguns setores da Secretaria de Segurança Pública, as Secretarias de Desenvolvimento Econômico e de Orçamento Participativo e Relações Comunitárias, bem como o núcleo administrativo da Secretaria de Turismo. “Estamos trabalhando para que, a partir do dia 1º de agosto, todos os órgãos municipais estejam em pleno funcionamento no novo endereço”, disse Carlos Tucunduva.

Educação em Agriões

A Secretaria Municipal de Educação e o Conselho Municipal de Educação já se mudaram do antigo endereço, na Avenida Feliciano Sodré, e estão se instalando em um prédio próprio de três andares e estacionamento na Rua Carmela Dutra, 475, em Agriões. A arrumação de móveis, equipamentos e acervo ainda não foi concluída e os telefones estão na fase de ligação. Já a Biblioteca Municipal Antonio Paulo Capanema de Souza continua em processo de instalação para reabertura ao público.

“Tanto a Secretaria quanto a biblioteca saem de imóveis alugados para sede própria, gerando uma economia mensal de R$ 18 mil para os cofres públicos. Esses setores passam a funcionar em instalações adequadas, com espaço para atender as suas necessidades. A nova sede da Educação se transforma em um local de referência para a comunidade escolar e a população”, avaliou o secretário de Educação, Leonardo Vasconcellos.
 A Secretaria de Meio Ambiente já está atendendo ao público no novo endereço
 A Secretaria dos Direitos da Mulher está instalada na nova sede

Publicidade

Publicada em diário oficial no dia 17 de julho, a lei municipal 3.315/2014 regula a utilização dos símbolos municipais na identificação dos bens públicos e ações de governo. O objetivo é cumprir o princípio da impessoalidade, previsto no artigo 37 da Constituição Federal, evitando ações de marketing pessoal.

De acordo com a lei, bens públicos municipais, móveis e imóveis, incluindo veículos, equipamentos urbanos, sinalização de ruas, placas, painéis e cartazes, ou informativos de obras públicas, só poderão ser identificados pela bandeira do município. Além disso, os prédios e bens públicos municipais deverão ser pintados nas cores oficiais do Município, que são branco, azul e vermelho, com tonalidade idêntica à da Bandeira Municipal. As cores poderão ser usadas em conjunto ou separadamente.

O texto ainda recomenda que a publicidade de atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos devem ter caráter educativo, informativo ou de orientação social, sem que estejam vinculadas a nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos, partidos políticos e entidades particulares.

Essa lei também vai gerar economia para os cofres públicos, uma vez que bens móveis e imóveis municipais terão sempre a mesma identificação visual oficial, evitando trocas de logomarca a cada mudança de administração municipal.

“Até agora, toda vez que entrava uma nova administração, eram trocados os antigos letreiros de escolas e postos de saúde, e os adesivos de identificação dos carros da Prefeitura, por exemplo, e colocada a marca do governo em vigor. Com essa lei, isso vai acabar”, comentou o secretário José Carlos Cunha, de Administração.

Os órgãos e entidades da Administração Municipal terão prazo de dois anos para se adequar à nova legislação.
 Setor administrativo da Secretaria de Obras funciona na nova sede, na Várzea

Fotos – crédito para Marcelo Rosa
Fonte-Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Teresópolis terá Plano de Resíduos Sólidos

Teresópolis adere à campanha de combate às hepatites virais

Serviços digitais do Procon-RJ registram 20 mil atendimentos

Rio lança Mapa de Ameaças Naturais 2014 nesta terça-feira (29.07)

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Núcleo de Imprensa
Rio de Janeiro, 28 de julho de 2014

Rio lança Mapa de Ameaças Naturais 2014 nesta terça-feira (29.07)

Trabalho da Defesa Civil do Estado contempla 460 ameaças naturais de desastre mais prevalentes nos 92 municípios fluminenses

A Secretaria de Estado de Defesa Civil (Sedec-RJ) lança, nesta terça-feira (29.07), o Mapa de Ameaças Naturais do Estado do Rio de Janeiro 2014, às 14 horas, no auditório do Complexo de Ensino Coronel Sarmento (CECS). O trabalho consiste em representar um diagnóstico das principais ameaças naturais de desastre do território fluminense em relação à prevalência de ocorrência e à magnitude dos eventos adversos causadores de danos humanos, materiais e ambientais e consequentes prejuízos socioeconômicos.

De acordo com o diretor da Escola de Defesa Civil (Esdec), tenente-coronel Paulo Renato Vaz, o Mapa de Ameaças demonstra um panorama dos perigos naturais que rondam o estado.

- Baseados nesta pesquisa, vamos oferecer às 92 Defesas Civis municipais um treinamento específico e intensivo para que elaborem e ponham em prática com antecedência seus planos de contingência para cada uma das ameaças citadas. Estamos não apenas identificando e hierarquizando os riscos, mas também tomando providências, afirmou o diretor.

Referência - A Defesa Civil do Estado do Rio virou referência pelo trabalho de redução de riscos de desastres nas Américas e no Caribe. A primeira edição do Mapa de Ameaças Naturais, lançada em 2012, está entre os cinco melhores estudos do continente na Plataforma Regional para Redução do Risco de Desastre nas Américas e na Plataforma Global da Suíça, condição avaliada pela Organização das Nações Unidas (ONU). No estudo – que auxilia na diminuição das vulnerabilidades do estado – são destacados os cinco principais riscos de cada cidade, como deslizamento, alagamentos, inundações, enxurradas, entre outros. 

O Mapa de Ameaças Naturais – que cumpre as diretrizes estabelecidas no Marco de Ação de Hyogo (instrumento mais importante para a implementação da redução de riscos de desastres adotado por 168 estados membros da ONU, incluindo o Brasil) – já está servindo de exemplo para outros estados e países.

– Temos o reconhecimento da comunidade científica internacional. Nossa meta é estimular a criação de planos de contingência não apenas no Estado do Rio, adequando as medidas às ações necessárias. Precisamos trabalhar com a preparação para evitar tragédias. Estamos deixando um legado para a população – disse o tenente-coronel Paulo Renato.

Os principais riscos registrados pela Defesa Civil na versão 2014
Na versão 2014 do mapa, os cinco riscos mais registrados no estado são:
- Deslizamentos (18%)
- Inundações (17,8%)
- Alagamentos (14,1%)
- Enxurradas (11,7%)
- Incêndios florestais (8,3%).

Na Região Serrana, por exemplo, municípios como Petrópolis, Nova Friburgo e Teresópolis registram entre suas principais ameaças os deslizamentos e as inundações. Já em Bom Jardim, constam as inundações e as enxurradas. Na Baixada Fluminense, Duque de Caxias aponta maior prevalência de inundações e alagamentos; em Mesquita, inundações e enxurradas. Na Região Metropolitana, Niterói registra maior risco de deslizamentos e de corrida de massa (lama/solo); e São Gonçalo, alagamentos e quedas/tombamentos. Na capital, os registros de maior prevalência são os deslizamentos e os alagamentos.

O evento de lançamento do Mapa de Ameaças Naturais 2014 será presidido pelo secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, coronel Sérgio Simões, e contará com a presença de prefeitos e secretários municipais de Defesa Civil de todo o estado. 

SERVIÇO
Lançamento do Mapa de Ameaças Naturais 2014
Local: Complexo de Ensino Coronel Sarmento - Av. Brasil nº 23.800, Guadalupe
Data: 29.07 – terça-feira
Horário: 14 horas

Fonte:Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro